Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

David Gilmour volta a Pompeia, 45 anos depois dos Pink Floyd. Mas desta vez não vai tocar para um anfiteatro vazio

O guitarrista voltará à cidade italiana em julho - desta feita, a solo e perante centenas de pessoas

O guitarrista David Gilmour irá dar um concerto em Pompeia, no próximo mês de julho. O espetáculo marcará o seu regresso a essa cidade italiana quase 45 anos após ali ter filmado e gravado, com os Pink Floyd, o seminal Live at Pompeii, documentário lançado em 1972.

Porém, ao contrário daquilo que sucede nesse registo (Live At Pompeii é um registo "ao vivo" mas a banda não atuou perante qualquer público), o músico tocará para centenas de pessoas, servindo o concerto para apresentar as canções do seu último álbum a solo, Rattle That Lock, de 2015.

O concerto terá lugar não no anfiteatro de Pompeia, no qual os Pink Floyd atuaram, mas sim no Anfiteatro Romano, com capacidade para duas mil pessoas. O anúncio foi feito pelo Ministro da Cultura italiano, Dario Franceschini, que anunciou no seu Twitter "acordo fechado: David Gilmour tocará de novo em Pompeia nos dias 7 e 8 de julho".