Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Rita Carmo

Moonspell vs Buraka Som Sistema: conheça a polémica

Reportagem sobre últimos concertos dos Buraka Som Sistema, no jornal Público, indigna Moonspell, que acusa o jornal de “ignorar” a sua carreira internacional

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

A reportagem publicada pelo jornal Público na passada sexta-feira, sobre os dez anos dos Buraka Som Sistema, causou a indignação da banda Moonspell.

No artigo, Vítor Belanciano reflete sobre a trajetória da banda de "Wegue Wegue", abordando não só os aspetos musicais como a transversalidade do seu apelo e o impacto sociocultural de uma banda distante da estética habitualmente associada à música portuguesa no estrangeiro.

Para os Moonspell, frases como "Nunca existiu outro grupo português da música popular com tanta visibilidade internacional" constituem um desrespeito pela carreira fora de portas da banda de heavy metal. Num post publicado no Facebook no sábado, os autores de Wolfheart acusam mesmo o jornal de "racismo musical", apelando aos seus fãs que comentem no artigo sobre os Buraka Som Sistema, partilhado no Facebook do Público - o que admiradores de várias partes do mundo acederam a fazer.

Ontem, o jornalista Vítor Belanciano comentou a polémica, escrevendo na sua página do Facebook.

"Com excepção de alguns nomes [conetados] com o fado (Amália, Madredeus, Mariza, Mísia, Ana Moura, etc, etc) nunca tinha acontecido essa visibilidade, impacto e curiosidade transversal, com um nome da cultura pop portuguesa. É tão simples como isto. Sim, é verdade que alguns outros nomes da cultura popular ao longo dos anos têm tido um percurso internacional, ou mais consistente ou mais errante (Moonspell, Gift, Paus, Tiger Man, Dead Combo, Batida, etc, etc) – todos eles, aliás, referidos no artigo – agora aliar esse facto com a visibilidade e o impacto transversal conseguido de forma surpreendente em dez anos, apenas um: os Buraka Som Sistema"

"Tenho o maior respeito pelos Moonspell. Mas fazerem um post de Facebook dizendo que a sua carreira foi ignorada, a partir de um artigo sobre os Buraka, por 'racismo musical', vitimizando-se com o argumento que é uma cabala contra o metal, parece-me adolescente, ignorante, ofensivo e grave".

Os Buraka Som Sistema encontram-se a dar os últimos concertos antes de uma paragem por tempo indeterminado.