Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Já ouvimos o novo álbum de Kendrick Lamar. E o veredicto é...

untitled unmastered é uma colecção de temas dispersos, alguns dos quais apresentados em aparições em programas de televisão e nos Grammys. Rui Miguel Abreu já o ouviu e escreve o que pensa sobre ele

A internet "explodiu" esta madrugada com a notícia de um novo trabalho de Kendrick Lamar, untitled unmastered, colecção de 8 novas faixas ("untitled 01", "untitled 02" e por aí adiante) registadas nos últimos dois anos e, num par de casos, reveladas até em algumas transmissões televisivas - como na recente cerimónia dos Grammys ou no programa de Stephen Colbert.

O CEO da editora de Kendrick, Anthony "Top Dawg" Tiffith, já tinha esta semana usado a sua conta de Instagram para alertar para a possibilidade de um dos seus artistas ter novidades para revelar. Essa sugestão confirmou-se com a chegada às plataformas de streaming de untitled unmastered e tudo indica que parte da responsabilidade desta edição deve ser imputada à estrela da NBA Lebron James, que depois da histórica passagem pela cerimónia dos Grammys tweetou um apelo a Kendrick para que editasse "o mais rapidamente possível" estas faixas inéditas.

"untitled unmastered", de Kendrick Lamar

"untitled unmastered", de Kendrick Lamar

O resultado é assinalável: não é realmente um novo álbum, não é uma mixtape e, com oito faixas, é mais generoso do que um EP convencional. Kendrick mostra neste registo todo o seu génio, com temas que oscilam entre o jazz mais aventureiro construído depois de John Coltrane e o funk mais cósmico erguido em cima da obra dos Parliament-Funkadelic. Kendrick rima com alma sobre questões políticas, de identidade racial, mas também sobre sentimentos e ideias que lhe pontuam os mais íntimos pensamentos. A produção (ainda não se conhece ficha artística) é sofisticada e arrojada, mas também há lugar, como em "untitled 7", a uma faixa aparentemente produzida pelo filho de Swizz Beats, um dos mais destacados produtores do universo hip-hop, que conta apenas 5 anos (a revelação foi, uma vez mais, feita no Instagram com o produtor a declarar que estava a ter um "proud dad moment"). A segunda parte desse mesmo tema é um ensaio que soa como se tivesse sido gravado com um telemóvel.

Resta saber se algum destes "untitled" será interpretado no concerto que Kendrick Lamar tem agendado para o Super Bock Super Rock, no próximo mês de julho.

Siga por aqui para ouvir o álbum.