Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Afinal, Sam Smith estava errado e não foi o primeiro gay a ganhar um Óscar

Vários artistas homossexuais já haviam sido premiados ao longo das décadas, ao contrário do que disse o cantor inglês no seu discurso de agradecimento

No seu discurso de agradecimento pelo Óscar para Melhor Canção Original, no passado domingo, Sam Smith citou uma entrevista do ator britânico Ian McKellen, dizendo que até agora nenhum homem abertamente gay tinha recebido um Óscar.

Na sequência dessa afirmação, o argumentista Dustin Lance Black, que em 2009 ganhou o Óscar de Melhor Argumento por Milk, criticou Sam Smith pelo seu desconhecimento, no Twitter (e recomendou que o inglês parasse de namoriscar com o seu namorado, o nadador olímpico Tom Daley).

A Rolling Stone publicou, entretanto, uma lista de artistas premiados com Óscares e que, na altura em que receberam o prémio, já o haviam revelado publicamente (por oposição a Jodie Foster, por exemplo, que ganhou o Óscar de Melhor Atriz por duas vezes, mas só mais tarde falaria da sua orientação sexual).

Entre estes vencedores, estão os músicos Elton John, premiado em 1995 por "Can You Feel The Love Tonight", d' O Rei Leão, e Melissa Etheridge, vencedora em 2007 do Óscar para Melhor Canção Original com "I Need To Wake Up", do filme Uma Verdade Inconveniente.

Não obstante ter vencido o Óscar para que estava nomeado, Sam Smith não teve uma noite feliz, considerando mesmo o momento em que atuou como o pior da sua vida.