Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Getty Images

Antony não vai aos Óscares

Primeiro artista transgénero a ser nomeado para um Óscar da Academia cancelou a sua ida à cerimónia

Antony Hegarty, o primeiro transgénero nomeado para um Óscar da Academia, não irá comparecer à cerimónia do próximo domingo. O motivo prende-se, sobretudo, com o facto de não ter sido convidado para atuar na mesma.

Antony está nomeado para o prémio de Melhor Canção Original, com "Manta Ray", tema presente no documentário Racing Extinction e no qual colaborou com o compositor e produtor J. Ralph.

Segundo a Academia, a razão pela qual Antony - que hoje assina como ANOHNI - não foi convidado para atuar na cerimónia dos Óscares prende-se com restrições de tempo.

O artista rejeita, contudo, esta hipótese, contrapondo-a com o facto de que Dave Grohl, que não se encontra sequer nomeado, foi adicionado ao programa de espetáculos.

Para Antony, a sua omissão do programa prende-se com a sua identidade de género e com factores comerciais. "Nos Estados Unidos tudo gira em torno do dinheiro, daqueles que o têm e daqueles que não o têm", escreveu, num texto publicado na Pitchfork.

Em jeito de conclusão, Antony escreve que não será "embalado rumo à submissão", e impele o público a não esquecer que "muitas destas celebridades são troféus para corporações bilionárias, cujo único intuito é manipular-vos a darem o vosso consentimento e o que resta do vosso dinheiro; foram pagos para fazer uma dança que vos ocupe enquanto Roma arde", disse.