Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Getty Images

Dr. Luke: “Não violei Kesha, nem tive sexo com ela”

Produtor norte-americano comentou o caso publicamente, pela primeira vez, após o veredicto da passada sexta-feira

Dr. Luke negou esta semana ter violado Kesha, ou sequer ter tido sexo com a cantora. O produtor comentou pela primeira vez, após o julgamento de sexta-feira, as acusações de que é alvo.

Recorde-se que Kesha e Dr. Luke se encontraram envolvidos numa batalha judicial que culminou com a derrota da cantora, que terá assim de permanecer ligada à Sony Music e de continuar a trabalhar com Luke.

"É uma pena que haja tanta especulação com tão pouca informação", comentou, acrescentando: "A Kesha e eu fomos amigos durante muitos anos, ela era como uma irmã mais nova".

O produtor partilhou ainda duas coisas que crê indicarem a sua inocência: um testemunho de Kesha em tribunal, num outro processo que teve lugar em 2011 e no qual a cantora diz que nunca teve relações íntimas com Dr. Luke, e uma declaração de Lady Gaga, que afirma que nunca foi violada pelo produtor, ao contrário do que havia veiculado o advogado desta.

Luke expressa ainda a sua confiança "na vitória da verdade" e disse ainda que não tecerá quaisquer outras considerações sobre o caso, já que "[estas acusações] devem ser julgadas num tribunal".

Apesar de não terem sido provados quaisquer abusos, a opinião pública voltou-se contra Dr. Luke, tendo várias artistas mostrado o seu apoio a Kesha, como Taylor Swift, que deu 250 mil dólares à cantora.