Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Beyoncé no Super Bowl

Getty Images

Manifestação contra atuação de Beyoncé no Super Bowl juntou... 3 pessoas

O novo single da artista, o politizado “Formation”, foi muito criticado pelo público norte-americano mas isso não se traduziu em manifestantes

Só três pessoas compareceram à manifestação contra a recente atuação de Beyoncé no Super Bowl, diz a Rolling Stone. A artista juntou-se aos Coldplay e Bruno Mars no espetáculo do intervalo da competição desportiva e apresentou o novo e politizado single "Formation", sendo posteriormente muito criticada.

As críticas surgiram devido à canção abordar temas como o racismo e muitos apontaram o dedo à cantora, argumentando que ela estava a atacar as forças policiais. No seguimento disso, foi marcada uma manifestação em Nova Iorque, frente à sede da NFL (National Football League) com intuito de "mostrar à NFL que não queremos discurso de ódio e racismo no Superbowl nunca mais".

As únicas três pessoas a comparecer no local à hora marcada eram, diz o Consequence of Sound, um fã de meia idade da equipa Giants, um voluntário da campanha do candidato republicano à presidência Ted Cruz e o outro um fã da equipa Seahawks que usava um boné com "Police" inscrito. Por outro lado, acorreram ao local dezenas de fãs da artista, manifestando-se contra a manifestação anti-Beyoncé.