Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Trent Reznor: “Bowie ajudou-me a deixar as drogas e o álcool”

Líder dos Nine Inch Nails prestou tributo ao músico, falecido no início deste mês

Trent Reznor prestou tributo a David Bowie, através de um longo ensaio publicado na Rolling Stone. O vocalista e mentor dos Nine Inch Nails explicou a importância que o músico britânico teve na sua vida artística e pessoal, tendo escrito que o responsável pelo seu abandono das drogas e do álcool foi precisamente Bowie.

"Houve alguns momentos em que estávamos sozinhos e ele me dizia coisas que, não sendo reprovatórias, ficavam comigo: 'Há uma maneira melhor de se estar aqui, e não termina no desespero ou na morte'", citou, continuando: "Anos mais tarde, quando já me encontrava sóbrio, quis agradecer-lhe pela ajuda. Fui ao backstage de um dos concertos dele, envergonhado, disse-lhe que estava 'limpo' e ele só me deu um enorme abraço..."

Reznor falou ainda do impacto que David Bowie teve na sua própria carreira. "Cada álbum do Bowie traz memórias específicas. O Scary Monsters foi o primeiro com o qual criei uma relação. Depois descobri a trilogia de Berlim. Nos anos 90 estava obcecado com o Bowie; a música dele ajudou-me a relacionar-me comigo mesmo e a descobrir o que eu era".

Em 1995, os Nine Inch Nails e David Bowie fizeram uma digressão em conjunto, baseada no álbum que o britânico editou esse ano, Outside. "Planeámos a tour de forma a que fizesse sentido. [Os Nine Inch Nails] tocavam, depois ele entrava e cantava a "Subterraneans" connosco, a banda dele entrava e tocávamos todos juntos... Um dos melhores momentos da minha vida foi estar em palco ao lado do David Bowie enquanto ele cantava a "Hurt" comigo, lembro-me de pensar, 'Estou em palco com a mais importante das minhas influências, e ele está a cantar um tema que eu escrevi no meu quarto'", escreveu.

Veja aqui em baixo um vídeo de Bowie a cantar "Hurt" com os Nine Inch Nails, em 1995: