Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Rita Carmo

Márcia quer colaborar com Luísa Sobral e tocar ao vivo com Dead Combo e Camané: "Gosto de ir a jogo com todos"

A cantora portuguesa contou à BLITZ de fevereiro os seus planos para os próximos meses

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Márcia é uma das entrevistadas da BLITZ de fevereiro, levantando o véu sobre os seus planos para os próximos meses.

"Em 2016 vou continuar na estrada e tenho vontade de fazer colaborações com outros músicos", revela a cantora. "Gostava de dar mais espetáculos com o David Fonseca, com quem canto em 'Deixa Ser', do seu novo disco. Gostava de fazer algo com a Luísa Sobral: temos uma amizade tão grande, mas ainda não combinámos nada. Vou participar num concerto com o Gonçalo Tocha, dos Tocha Pestana, em homenagem à Dina, e gostava de tocar ao vivo com os Dead Combo e o Camané, a nossa música 'A Desumanização' – um poema do valter hugo mãe que musiquei com os Dead Combo e depois gravámos com o Camané. Quero também lançar o segundo single de Quarto Crescente, que em princípio será o 'Bom Destino'".

Márcia diz ainda ter jogado vólei muitos anos, e acreditar "no espírito de camaradagem" que lhe ficou desde então. "Gosto de ir a jogo – com todos. Não em competição, mas em colaboração e camaradagem. Acompanho muitos os outros músicos e torço por eles, não sinto aquela coisa de não querer que alguém singre. Acho que os músicos devem ter sucesso e adoro-os, agora ando deslumbrada pelo Carlão".

Para saber mais sobre o ano de Márcia, não só como música como enquanto fã de música e outras artes, não perca a entrevista na BLITZ 116.