Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Pearl Jam

Pearl Jam dizem que doam dinheiro mas não doam?

Banda anunciou que ia doar 100 mil dólares para ajudar as vítimas de uma catástrofe no Brasil, mas autarca diz não ter recebido nada

Eddie Vedder, dos Pearl Jam, anunciou no passado mês de novembro, durante um concerto da banda em Belo Horizonte, Brasil, que iriam doar 100 mil dólares (mais de 92 mil euros) para ajudar as vítimas do desabamento de uma barragem de resíduos de um complexo mineiro em Mariana, no estado de Minas Gerais. O autarca da localidade veio agora dizer que não recebeu dinheiro algum.

Duarte Júnior disse, em entrevista ao Estado de Minas, que o dinheiro foi entregue a ONGs que trabalham na região do rio Doce e ao Greenpeace - que já fez saber que usará o dinheiro para pesquisas sobre os impactos do desastre ambiental -, o que, sendo assim, é um pouco diferente daquilo que Vedder disse.

Segundo o autarca, a referência à cidade levou a que as pessoas pensassem que o dinheiro iria para as autoridades locais com o intuito de essas o aplicarem na minimização dos impactos do desastre ambiental junto dos antigos moradores de Bento Rodrigues, onde a barragem estava instalada. Duarte Júnior acrescenta que também o dinheiro angariado (mais de 112 mil euros) durante um espetáculo de beneficência que contou com Caetano Veloso e Criolo, entre outros, também foi parar às mãos de ONGs.

O desastre em Mariana aconteceu a 5 de novembro do ano passado. O desabamento da barragem de resíduos do complexo mineiro Samarco causou pelo menos 17 mortos e dezenas de feridos e além de poluir o rio Doce comprometeu o abastecimento de água em Minas Gerais e Espírito Santo.