Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

CD de Manuel João Vieira grátis com a BLITZ: ouça um excerto de "Procuro-te e Não Te Encontro"

A edição de janeiro da BLITZ, nas bancas, traz o disco exclusivo Ao Vivo com 3 Bandas

A BLITZ de janeiro está nas bancas acompanhada do disco gratuito Ao Vivo com 3 Bandas, de Manuel João Vieira. O registo reúne, pela primeira vez em CD música dos projetos O Lello Perdido, Lello Minsk e o Pianista de Boite e Quarteto 4444.

Ouça hoje um excerto de "Procuro-te e Não Te Encontro", tema que, segundo o músico, "foi cantada pelo Tony de Matos, era daquelas maravilhosas que ele tinha. É uma música de dor de corno, labirinto, loucura e procura. Estava bastante bêbedo a cantá-la, dá-me a impressão que repito algumas frases".

Abaixo pode encontrar também excertos de "Ruben Miguel", que Manuel João Vieira diz ter "qualquer coisa de José Afonso, sobretudo quando muda a tonalidade"; de "Felícia, a Mulher Polícia", "a única exceção [aos inéditos] porque já foi gravada no disco dos Corações de Atum, mas gostei desta versão"; de "Sodoma e Gomorra", que "descreve os comportamentos das amigas de Sodoma e Gomorra. Também faz uma pintura de um certo tipo social. Sobretudo, é uma caricatura da própria visão masculina do feminino"; de "Belinha", "o Quarteto 4444 a fazer uma ponte entre um certo tipo de rock sinfónico/jazz e a popular portuguesa quando apropriada pelos grandes cantores do PREC"; de "Ser Milionário", "uma caricatura de um certo tipo de milionário, novo-rico, pato bravo"; e de "Coca", canção "dedicada a um amigo meu, que quando cheirava muita cocaína pensava que havia polícias que subiam às paredes do prédio. Droga, loucura, morte: esse triângulo estúpido que de vez em quando consome os nossos jovens".