Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Exclusivo BLITZ: Eis o segundo cabeça de cartaz do Lisboa Dance Festival

Âme junta-se a Sven Vath, DJ Ride e outros no evento lisboeta

A música de Âme tomará conta do principal espaço do Lisboa Dance Festival, na LX Factory, em Lisboa a 4 de março, pode a BLITZ adiantar em primeira mão. Trata-se da mais recente confirmação para este evento de música electrónica que decorre nos dias 4 e 5 de março e cuja programação se estende também a terrenos do hip hop, da batida afro de Lisboa.

Kristian Beyer & Frank Wiedemann são aliados de Dixon e como Âme assumem um dos nomes mais respeitados na música electrónica do momento, algo atestado também pela sua inclusão no Top 10 de DJs da Resident Advisor para 2015.

Kristian e Frank cruzaram-se pela primeira vez em 2001, numa loja de discos, ligando-se imediatamente mercê de uma paixão partilhada por house e techno de recorte clássico. Em 2003 começaram a assinar música juntos para a etiqueta Sonar Kollektiv, pertença dos Jazzanova, onde editaram o primeiro e homónimo álbum em 2004. Gravaram com Dixon e Henrik Schwarz e Derrick Carter Where We At em 2006 e, na última década, têm cruzado o globo para assinarem sets DJ nos mais reputados clubes do mundo e dispersado a sua intervenção em várias vertentes, como a música para modernas produções de ballet.

No Lisboa Dance Festival, Âme têm passagem marcada para a cabine da Sala XL no dia 4 de Março.

O Lisboa Dance Festival é um evento pluri-disciplinar que se estreia em 2016 na LX Factory, um dos principais "hubs" criativos da capital portuguesa. Além de concertos e DJs sets, o Lisboa Dance Festival promete ainda uma programação de "talks" com palestras, conferências e workshops e uma área de "market" onde marcarão presença lojas de discos e de material de produção musical.

No dia 4, na mesma sala, haverá ainda showcases dedicados a editoras nacionais como a Flow Records e a Bloop. Na sala Zoot, entre outros artistas, haverá a destacar um showcase da etiqueta Enchufada onde marcará presença o produtor de “Africa Scream”, Dotorado Pro. As etiquetas Extended Records e Container assumirão a programação da sala Bi+Cas e na sala Norma Jean Será possível escutar as propostas de selos de referência como a Labareda, Ostra Discos ou Interzona 13.

No dia 5, o cartaz do Lisboa Dance Festival será encabeçado por nomes de referência do panorama internacional como Sven Vath (que transita de dia 4 para acomodar a entrada de ÂME), Move D, Motor City Drum Ensemble, Prosumer ou Glenn Astro, bem como nomes ligados ao selo português Groovement.

Na sala Norma Jean, o segundo dia da programação do Lisboa Dance Festival pertencerá a etiquetas como a Pluie/Noir, a Helena ou a Assemble Music. Outro espaço, a sala Bi+Cas, receberá as propostas da Monster Jinx e da One Eyed Jacks. Finalmente, na sala Zoot, poderá escutar-se a música lançada por artistas de editoras como a Discotexas ou Principe, além de concertos a cargo de nomes nacionais como Slow J, Isaura e Francis Dale ou DJ Ride, que preparou uma estreia ao vivo para o Lisboa Dance Festival: a apresentação do seu novo álbum From Scratch com a colaboração de artistas como Capicua, Valete, Dengaz ou Jimmy P.