Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

David Bowie vai chegar, pela primeira vez, ao primeiro lugar do top americano

Quase 50 anos de carreira nunca deram um número um americano a David Bowie. Dias depois da sua morte, Blackstar deverá arredar Adele do primeiro lugar da tabela

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Blackstar, o 25º álbum de David Bowie, lançado dois dias antes da sua morte, deverá ser o primeiro longa-duração do britânico a chegar ao primeiro lugar do top norte-americano de vendas.

Surpreendentemente, nenhum dos outros discos de Bowie, lançados entre 1967 e 2013, lograram atingir o número um do top da Billboard, ainda que o antecessor de Blackstar, The Next Day (2013), tenha estado lá perto, chegando à segunda posição.

Na sequência da sua morte inesperada, contudo, Blackstar, em cujas canções e letras têm sido descortinados múltiplos significados (mais ou menos) ocultos, deverá arredar 25, de Adele, do primeiro lugar do top dos Estados Unidos.

O terceiro álbum da cantora britânica está na liderança daquela tabela há sete semanas consecutivas.

Numa carreira de quase 50 anos, David Bowie teve sete álbuns no top dez americano: The Next Day, em 2013, Let's Dance (1983), ChangesOneBowie (1976), Station To Station (1976), Young Americans (1974), David Live (1974), and Diamond Dogs (1974).