Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Vem aí o top português de streaming

A Associação Fonográfica Portuguesa e a Audiogest publicam esta terça-feira o primeiro top que contabiliza streams de música em Portugal

A empresa de estudos de mercado Gfk, responsável pela produção de rankings similares para a indústria do livro e da televisão, é também a entidade responsável pela realização de um top de streaming português com periodicidade semanal. A primeira tabela será conhecida hoje mesmo.

Este top irá medir as faixas musicais mais tocadas nas plataformas de streaming, estando abrangidos neste processo serviços como o Spotify, Apple Music, Google Play, Napster e XBox. De fora fica o YouTube pela atual incapacidade de se distinguir se as versões tornadas públicas naquela plataforma correspondem às licenciadas pelas editoras discográficas. Este top incluirá os 50 temas mais tocados.

Juntamente com o Top Download, constituído na sua maioria por ficheiros com música gravada descarregados do iTunes, o Top Streaming dará origem ao Top Single que assim passa, de acordo com o com a comunicação oficial da AFP e da Audiogest a incluir as duas formas de consumo digital de música.

Ainda segundo a mesma fonte: "o streaming representa mais de 30% do mercado total de música em Portugal e cerca de 80% do mercado digital de música em Portugal. É de longe a forma de consumo de música com o maior crescimento dos últimos anos, tendo já superado em muito o download. No ano de 2016 o mercado de streaming apresentou uma taxa de crescimento muito próxima dos 60%"

Miguel Carretas, principal responsável da AFP, disse ainda que não era possível "deixar de corresponder a uma tendência do mercado de consumo de musica mundial, à qual Portugal não é alheio. Estamos certos que o streaming veio para ficar, constituindo de muito longe o sector de mercado que mais cresce. De facto, os primeiros dados relativos a 2015 apontam para um crescimento sustentado próximo dos 60% no valor do mercado de streaming".