Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Spotify em apuros. Músico exige 150 milhões de dólares em royalties

David Lowery, dos Camper Van Beethoven (segundo a contar da esquerda, na foto), diz-se lesado pela plataforma de streaming.

São vários os músicos que se têm queixado dos royalties pagos pelo Spotify pela reprodução das suas obras, mas nunca ninguém tinha ido tão longe quanto David Lowery, dos Camper Van Beethoven.

O vocalista da banda californiana, um dos nomes fortes do indie rock dos anos 80, processou esta semana a plataforma de streaming, exigindo o pagamento de uma indemnização no valor de 150 milhões de dólares, cerca de 138 milhões de euros. O músico alega que o Spotify distribuiu a sua música sem ter obtido as licenças devidas.

O processo surge na mesma altura em que o Spotify está a negociar o pagamento de uma outra indemnização, à NMPA (associação norte-americana que representa as editoras musicais), sendo que a empresa terá já colocado de parte entre 17 a 25 milhões de dólares para o efeito - algo que Lowery utiliza no seu processo como prova de que o Spotify saberia estar a quebrar a lei.

As obras que o Spotify terá distribuído sem licença pertencerão não aos Camper Van Beethoven mas aos Cracker, a outra banda de David Lowery. O músico espera que todos os royalties que lhe são devidos sejam restituídos, e que outros colegas de profissão que também tenham sido prejudicados pelo Spotify se juntem a ele no processo.