Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Josh Homme elogia Lemmy: 'Que se f*da a fama'

O homem dos Queens of the Stone Age partilhou uma homenagem sentida ao líder dos Motörhead, falecido esta semana.

Josh Homme, dos Queens of the Stone Age e Eagles of Death Metal, escreveu uma homenagem longa e sentida a Lemmy, no seu Instagram.

"Na verdade, estou lixado por o Lem ter morrido. Que treta. Um dos últimos verdadeiros cabrões do rock and roll passou para o outro lado e eu tenho saudades dele. Era fiel a si mesmo, sabia que não havia outra opção. Um líder sem tretas, único, de língua afiada, de vida dura, politicamente incorreto, cheio de estilo, hilariante e mauzão a valer".

"Estava-se nas tintas para o vosso comentário anónimo nas caixas de comentários ou para as vossas sensibilidadezinhas frágeis. No entanto, sempre foi um amigo preocupado e fascinante, meigo e honesto, gracioso e sensato, inteligente e precioso. Nunca foi um bully. Mesmo que não quisesses, dava-te sempre uma resposta direta. Porque ele era a cena genuína, um ícone. O resto dos posers estão a tentar vender-te água e champanhe, ou a tentar construir uma marca", critica Josh Homme, acusando essas estrelas "gananciosas" de procurarem desesperadamente a fama.

"Que se f*da a fama. A fama é o papel higiénico usado no cu da infâmia e a infâmia é perigosa e caótica. Que se f*da a segurança e que se f*dam as regras e as sugestões com base nos seguros. A 'marca' do Lemme foi construída com o fogo da individualidade e deixava-vos uma cicatriz para a vida. O Lemmy É o rock and roll. Preocupava-se com a sua equipa, os seus fãs e é isso. Uniu os punks e os metaleiros sem ser uma coisa nem outra, mas encarnando ambos. Era respeitado por todas as cenas. Mais ninguém o era. Ou poderia ser. Não respeitas ou não gostas de Motörhead? Então nunca os deves ter ouvido ou não sabes nada de nada".

Josh Homme despede-se do amigo com palavras emocionadas: "Lemmy, nunca serás esquecido. Tenho orgulho em ter passado tantas horas a conversar contigo, irmão. Todo o meu amor e respeito por ti. Vemo-nos em Valhalla, Jho".