Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

20 mil pessoas rejeitam concerto de Adam Lambert em Singapura

Petição quer impedir o cantor norte-americano, gay assumido, de atuar no espetáculo de ano novo.

20 mil pessoas assinaram uma petição que tem como objetivo impedir Adam Lambert de atuar no espetáculo de ano novo em Singapura. Os organizadores da petição dizem que as performances sexualizadas do artista norte-americano, assumidamente gay, e o facto de defender os direitos LGBT são "contrários aos valores mainstream singapurianos". 

O espetáculo que acompanha a contagem decrescente para o novo ano é emitido na televisão e na petição pode ler-se: "os singapurianos devem poder divertir-se com um bom espetáculo sem que as suas consciências sejam afrontadas por atos obscenos em nome do entretenimento". 

Uma petição contrária, que defende a manutenção de Lambert no alinhamento do concerto, atingiu 24 mil assinaturas. O próprio músico partilhou um link para esta petição na sua página do Facebook, escrevendo: "sou um unificador, não um divisor, e acredito na celebração do coração e espírito humanos (...) não há melhor tempo para celebrar que o momento em que um ano dá lugar a outro, portanto espero que se juntem a mim para celebrar o futuro e 2016".

Recorde-se que Adam Lambert virá a Portugal no próximo ano para atuar com os Queen no Rock in Rio-Lisboa no dia 20 de maio. Foto: Getty Images