Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

20 Anos de Super Bock Super Rock: Uma história contada em fotografias

Rita Carmo, fotógrafa da BLITZ, é a curadora da mostra que conta a história do Super Bock Super Rock com 172 fotografias de quase 20 autores. A exposição está patente no Pavilhão de Portugal, no Parque das Nações, e tem entrada livre.

As várias peles de um festival camaleónico são retratadas na exposição 20 Anos de Super Bock Super Rock, patente no Pavilhão de Portugal, no Parque das Nações, até ao final do evento. A mostra tem curadoria da fotógrafa da BLITZ, Rita Carmo, e a participação de 18 fotógrafos, que ao todo cederam 172 imagens de numerosos artistas em palco mas também de público e de ambiente. Evitar repetições de artistas e escolher as fotos mais representativas dos vários cenários nos quais o Super Bock Super Rock já assentou arraiais foram algumas das preocupações de Rita Carmo na hora de selecionar o material, tendo numerosas fotos inicialmente consideradas tendo acabado por ficar de fora. Entre as fotos em exposição, um retrato de bastidores, da autoria de Rita Carmo, chamou a atenção de Hélio Morais, presente na apresentação. O baterista de Linda Martini observou, divertido, que a sua banda tinha um ar (ainda) mais jovem na primeira vez que atuou num festival, ou seja, no Super Bock Super Rock de 2007. "Parecíamos uns bebés!", exclamou, entre risos.

Uma das fotos da exposição: os 'bebés' Linda Martini, no SBSR de 2007, o seu primeiro festival Rita Carmo foi convidada pela Música no Coração para organizar esta exposição, tendo mergulhado no seu arquivo pessoal e consultado o dos seus companheiros de ofício para encontrar as fotos mais marcantes e simbólicas da história do festival até agora. Ainda que não tenha fotos favoritas, Rita Carmo destaca o "quadro" final da mostra, com uma vista panorâmica do recinto do Meco, em 2014, da autoria de Lino Silva, e uma imagem romântica de um casal banhado pela luz dourada de um pôr-do-sol, também na Herdade do Cabeço da Flauta. Numa pequena sala, é ainda possível ver depoimentos em vídeos de Luís Montez, da Música no Coração, Henrique Amaro, da Antena 3, ou Ana Ventura, da SIC Mulher, sobre o historial e o impacto do Super Bock Super Rock.