Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Opinião

Pearl Jam e o poder dos underdogs

É hoje exibido, em Lisboa e Vila Nova de Gaia, o filme Let’s Play Two, que documenta a paixão de Eddie Vedder pela equipa de basebol Chicago Cubs. Uma devoção universal, mesmo para quem não conhece as regras do basebol

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

«Posso fazer só uma pergunta?» – ao contrário do que costuma acontecer no contexto de uma entrevista, o pedido veio por parte do entrevistado. Esta semana, e a propósito do filme Let’s Play Two, que hoje é exibido em Lisboa e Vila Nova de Gaia, falei com Danny Clinch, fotógrafo e realizador que, no ano passado, acompanhou a caminhada vitoriosa dos Chicago Cubs rumo ao seu primeiro título de sempre, no campeonato norte-americano de basebol.

Apesar de versar uma modalidade cujas regras desconheço, é impossível assistir ao documentário – que, reconhece o próprio Danny Clinch, é uma metáfora sobre a importância da perseverança e da devoção – sem considerável emoção.

Eddie Vedder, e é esse o elo que nos conduz até Clinch, torce pelos Cubs desde pequenino. Tendo crescido nos subúrbios de Chicago, assistia aos jogos com regularidade e vibrou – com tanta felicidade como incredulidade – com a proeza da sua equipa, no ano passado.

Danny Clinch, colaborador habitual dos Pearl Jam e fotógrafo habituado a privar com lendas como Bruce Springsteen, foi chamado a documentar não só a eventual conquista dos Cubs como os dois concertos que, a este propósito, a banda de Seattle deu no seu estádio, o Wrigley Field.

A pergunta que o nativo de New Jersey me quis fazer, então, no final de uma afável conversa, foi: para um europeu, este filme faz sentido? Mesmo para quem não seja fã de basebol, a mensagem passa?

A resposta foi sincera e afirmativa. Ver tanta gente tão feliz e estupefacta – já em plena celebração, um dos jogadores interroga-se: «Conseguimos! Conseguimos, não conseguimos?» – é contagiante e universal. Afinal, nós também estivemos lá. Não em Wrigley Field, mas no Estádio de França, quando Éder e companheiros se mostraram a materialização das palavras de Danny Clinch: «Se tentares alcançar um objetivo durante muito tempo e lhe dedicares toda a tua atenção, no fim serás recompensado».