Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Opinião

Matem-me, por favor

A angústia da estrela rock no momento do penalty

And it goes like this:

"Conheci uma data de drogados. Muitos morreram, outros continuaram a viver uma existência lamentável até aos dias de hoje. Com alguns deles, partilhei uma luxuriante vontade de viver quando, em miúdos, tocávamos música juntos e perspectivávamos o futuro. Claro que ninguém determina que vai ser um drogado ou um alcoólico. Alguns experimentam na juventude e deixam. Outros não".

O calvário deste nosso herói teve o seu momento mais negro quase a chegar aos 30 anos. Membro de uma das bandas rock mais famosas do mundo, tinha embarcado numa das mais extensas digressões da história, com um vício antigo por controlar: o álcool. Para conseguir beber durante mais tempo, agarrou-se à cocaína. "Uma das mentiras que contava a mim mesmo era a de que eu não era realmente um viciado em cocaína. O meu consumo era estritamente utilitário: usava os seus efeitos estimulantes para aguentar as bebedeiras e fazer com que pudesse beber dias seguidos".

A bola de neve começou a rolar. A descrição impressiona: "o meu cabelo começou a cair aos magotes e os meus rins doíam quando mijava. O meu corpo não conseguia aguentar o assalto alcoólico sem se vingar de mim. O meu septo nasal queimou devido à cocaína e o nariz vazava como uma torneira a pingar num urinol. A pele das minhas mãos e pés gretou e tinha queimaduras na cara e no pescoço. Tive de usar pensos dentro das luvas para poder tocar o meu instrumento".

A bola parou (explodiu, literalmente) em 1994. "'Matem-me', implorei vezes sem conta. 'Por favor, matem-me. Matem-me, simplesmente. Matem-me. Por favor'". Apelo desesperado em mesa de operações.

Quem fala (escreve!) assim é Duff McKagan, baixista dos Guns N' Roses que viveu para contar a sua história em It’s So Easy (and Other Lies), autobiografia lançada em 2012 e escrita sem a ajuda de um "ghost writer". O primeiro capítulo lê-se de uma penada, o livro já cá canta e custa menos que uma garrafa de vodka.