Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Listas

10 músicos que cometeram crimes graves

Uma lista com os crimes mais graves de alguns dos músicos que marcaram o rock n' roll

Boa parte do fascínio que muitos fãs têm pelo rock n' roll advém, também, da sua má fama; não é por nada que existe a expressão "sexo, drogas e rock n' roll".

Este lado mais negro do género ergue, por vezes, a sua cabeça - e envia os músicos para uma espiral da qual poderão não sair, dependendo da gravidade dos seus atos.

O que se segue é uma lista de dez músicos que marcaram o rock n' roll, mas que também cometeram crimes graves, o que os levou a cumprir penas de prisão, conforme escolhidos pelo website Ultimate Guitar.

Da lista fazem parte nomes como Sid Vicious (na foto), dos Sex Pistols, Chuck Berry e Ian Watkins, dos Lostprophets. Veja-a aqui:

10 músicos que cometeram crimes graves

- GG Allin: Acusado de abuso sexual e de agressão a uma mulher, sua fã, que diz ter sido violada e torturada pelo músico. Allin defendeu-se dizendo que tudo teria sido consensual. Foi condenado a 16 meses de prisão

- Sid Vicious (Sex Pistols): Acusado do homicídio da sua namorada, Nancy Spungen, que terá esfaqueado no abdómen. Defendeu-se dizendo não se lembrar do sucedido ou que Spungen teria caído sobre a faca, durante uma discussão. Morreu antes do seu julgamento estar concluído

- Chuck Berry: Condenado a 3 anos de prisão por assalto à mão armada, antes de enveredar por uma carreira musical. No pico da sua popularidade, foi acusado de manter relações sexuais com uma menor de idade. Cumpriu 20 meses de prisão

- Bård Guldvik Eithun - “Faust” (Emperor): Condenado pelo homicídio de um homem que o terá assediado sexualmente. Admitiu o crime e foi condenado a 14 anos de prisão, dos quais cumpriu 9 anos e 4 meses

- Varg Vikernes (Burzum): Condenado pelo homicídio do guitarrista e fundador dos Mayhem, Euronymous, após uma discussão. Ainda hoje alega tê-lo feito em auto-defesa. Foi condenado à pena máxima na Noruega, 21 anos de prisão, cumprindo 15 anos

- Leadbelly: Condenado a 35 anos de prisão pelo homicídio de um familiar, após uma discussão sobre uma mulher. Cumpriu apenas 7 anos devido ao seu bom comportamento na cadeia

- Tim Lambesis (As I Lay Dying): Condenado a 6 anos de prisão após ter contratado um homem para assassinar a sua esposa. Saiu em liberdade condicional após 2 anos na cadeia

- Ian Watkins (Lostprophets): Condenado por posse de pornografia infantil e pela tentativa de violação de um bebé de apenas um ano. Está atualmente na prisão, a cumprir uma pena de 29 anos

- Vince Neil (Mötley Crüe): Condenado por homicídio involuntário e por conduzir sob o efeito de álcool, após um acidente que provocou um morto e dois feridos graves, a 30 dias de prisão - dos quais cumpriu apenas 15. Foi ainda condenado ao pagamento de uma indemnização de 2,2 milhões de euros às vítimas e a 200 horas de trabalho comunitário

- Dave Holland (Judas Priest): Acusado de tentar violar um rapaz de 17 anos, seu estudante, e com deficiência. Declarou-se sempre inocente, mas foi condenado a 8 anos de prisão