Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Listas

Os 20 piores otovermes de sempre

Otovermes: as canções mais viciantes de sempre, agora em lista. O neologismo foi cunhado por Miguel Esteves Cardoso nas páginas do jornal BLITZ

Sabe o que é um otoverme? A expressão, criada por Miguel Esteves Cardoso nas páginas do (então) jornal BLITZ, designa aquelas canções inescapáveis, que nos ressoam pelos ouvidos como um verdadeiro vírus.

Agora, um grupo de cientistas da universidade de St. Andrews, no Reino Unido, elaborou uma lista com as 20 canções mais viciantes de sempre, tendo igualmente desenvolvido uma fórmula matemática que explica porque são estas canções tão viciantes.

O investigador Bede Williams aponta cinco componentes essenciais para a criação de um otoverme: surpresa, previsibilidade, repetição rítmica, potência melódica e receptividade por parte do ouvinte.

Quanto à fórmula, é expressa da seguinte forma: receptividade + (previsibilidade - surpresa) + (potência melódica) + (repetição rítmica x 1,5) = otoverme. O maior de todos, segundo os cientistas, é "We Will Rock You", dos Queen, que colocam também "We Are The Champions" e "Bohemian Rhapsody" no top 20.

Consulte aqui a lista dos 20 piores (ou melhores?) otovermes de sempre:

1) Queen, 'We Will Rock You'
2) Pharrell Williams, ‘Happy’
3) Queen, ‘We Are The Champions’
4) The Proclaimers, ‘I’m Gonna Be (500 Miles)’
5) The Village People, ‘YMCA’
6) Queen, ‘Bohemian Rhapsody’
7) Europe, ‘The Final Countdown’
8) Bon Jovi, ‘Livin’ On A Prayer’
9) James Pierpoint, ‘Jingle Bells’
10) Baha Men, ‘Who Let The Dogs Out?’
11) Psy, ‘Gangnam Style’
12) Rick Astley, ‘Never Gonna Give You Up’
13) Journey, ‘Don’t Stop Believin’
14) Mark Ronson, ‘Uptown Funk’
15) Taylor Swift, ‘Shake It Off’
16) Michael Jackson, ‘Beat It’
17) Kaiser Chiefs, ‘Ruby’
18) The Rocky Horror Show, ‘The Timewarp’
19) Meghan Trainor, ‘All About The Bass’
20) Culture Club, ‘Karma Chameleon’