BLITZ Homepage
JORNAL OPTIMUS/BLITZ #11: X-Wife - Riffs sem Fronteiras -
Partilhe este artigo:

JORNAL OPTIMUS/BLITZ #11: X-Wife - Riffs sem Fronteiras

Os X-Wife encontram-se actualmente em digressão nacional e vão parar no Clubbing Optimus da Casa da Música, a 14 de Março, para um concerto que se prevê de consagração, a jogar em casa. Mas este grupo ambiciona o mundo inteiro.

Bem oleados com uma digressão que vai agora a meio, os X-Wife têm a 14 de Março uma das mais importantes datas deste ano: o cartaz é o do Clubbing Optimus e o grupo de João Vieira irá dividir o palco com os londrinos Metronomy, gente que coloca Kraftwerk, Ramones, N.E.R.D. e Bowie no mesmo saco de referências.

Para os X-Wife, tocar na Cada da Música, sobretudo num evento com o perfil do Clubbing Optimus, terá, certamente, o sabor do regresso a casa. E "regresso" é uma palavra que faz todo o sentido neste contexto: afinal de contas, os X-Wife são cada vez mais cidadãos de um mundo eléctrico e rock and roll.

2008 ficou marcado pela edição de Are You Ready For The Blackout , álbum de "On The Radio" ou "Fireworks", recebido com aplausos generalizados pela crítica nacional e que a BLITZ descreveu como "um daqueles álbuns em que "as boas canções brotam como cogumelos".

Em entrevista por alturas do lançamento de Are You Ready For The Blackout? , João Vieira confessava que o álbum "pende um bocado para o lado mais negro das coisas", adiantando depois: "eu queria que tivesse esse lado "dark". Mesmo a capa... Quis ter um disco mesmo clássico. Gostava de o ver em vinil, a capa foi pensada para isso".

E essa é outra marca da carreira dos X-Wife: percebe-se que é pensada, que os passos - seja entregar um exemplar do mais recente disco a James Murphy ou dar um pulo até Austin, no Texas, para tocar no South By Southwest - são ponderados como formas de potenciar uma carreira que se percebe que pode e deve ultrapassar as nossas fronteiras. "Aquela coisa do "ai, isto não parece nada português, parece internacional"... o que é que isso quer dizer? Que somos menos que os outros, que só exportamos jogadores de futebol?".

A questão levantada por João Vieira é pertinente e diz muito mais de quem põe as coisas nessa perspectiva do que propriamente dos X-Wife, que são uma banda sólida, dona de um vigoroso espectáculo de palco e responsável por uma invejável discografia.

A aventura começou em 2002, quando João Vieira possuía outra face visível, a de DJ Kitten, e quando estes fluxos entre os universos electrónicos da dança e eléctricos do rock ainda não eram tão comuns.

O EP de estreia Rockin' Rio , lançado em 2003, unia o rock and roll de teclados analógicos dos Suicide ao pulsar pós-punk dos Gang Of Four e acrescentava ao cruzamento um sabor decididamente original que lhes permitiu logo à saída vincar uma personalidade única no panorama nacional.

Feeding the Machine , de 2004, confirmou as expectativas e angariou aplausos de notáveis como James Murphy, agitando o universo dos blogues internacionais e garantindo assim a dose de "credibilidade" necessária para sustentar uma ambição que não se conforma com as nossas fronteiras. Nessa altura, tocaram em Nova Iorque e foram convidados a integrar a compilação britânica Electronic Bible .

Side Effects , segundo álbum lançado em 2006, aumenta o raio de acção ao garantir edição em Espanha e projecta ainda mais o nome dos X-Wife no cenário internacional, levando a mais concertos fora de portas.

O que nos traz até Are You Ready For The Blackout e a um palmarés invejável que os X-Wife expõem com orgulho na sua página MySpace: concertos no Texas, Nova Iorque, Londres, Paris, Madrid, Barcelona... Palco dividido com LCD Soundsystem, Arctic Monkeys, Liars ou Soulwax, elogios na imprensa internacional...

No fundo, a prova e a confirmação de que este rock que João Vieira, Rui Maia e Fernando Sousa assinam não tem que se conformar com os limites deste rectângulo estendido à beira mar. Para já o mundo começa na Casa da Música, no dia 14 de Março, em mais um Clubbing Optimus. Quem sabe onde poderá terminar depois? No lançamento de Are You Ready For The Blackout quando chegou a altura dos brindes João Vieira ergueu o seu copo e avançou um sonho: "Que no próximo disco estejamos a festejar em Nova Iorque!". Nunca se sabe...

Texto: Rui Miguel Abreu

A BLITZ está também disponível para tablet. Faça o download da sua aplicação para iPad ou para Android
Artistas de A a Z    ¤   X-WIFE
Notícia escrita por MFR Segunda, 23 de Fevereiro de 2009 às 10:30
Partilhe este artigo:
 Comentários
Partilhe este artigo:
 
Home  |  Termos de Utilização  |  Política de privacidade  |  Política de cookies  |  Notícias  |  Fórum  |  Agenda  |  Festivais  |  Artistas de A a Z  |  Classificados  |  Galerias  |  Blitz TV  |  Edição Impressa  |  Assinar Revista  |  Newsletter  |  Passatempos  |  BLOGS  |  Ficha Técnica  |  F.A.Q.
© copyright BLITZ 2006. Todos os direitos Reservados
BLITZ - Edificío São Francisco de Sales, Rua Calvet de Magalhães 242 - 2770-022 Paço de Arcos T. 21 4544161 F. 21 4415843 e-mail: blitz@impresa.pt - Anuncie na Blitz