Em destaque:
Últimos destaques:
Blitz TV:
BLITZ Homepage
//Este Fórum tem 24588 artigos   RSS - Fórum
Escrever artigo
Endgame (Rise Against): Crítica pessoal -
Endgame (Rise Against): Crítica pessoal
No primeiro cd de 2011 que já ansiava há algo tempo, os Rise Against não desiludem, apresentando um álbum sólido, com um conteúdo maioritariamente político em termos líricos, mas com o mesmo power a que já nos habituaram!

1- Architects: A abrir o disco, uma música bastante acelerada, a lembrar batidas de "Revolutions per Minute", com letra de intervenção e um trabalho de guitarras destinado a erguer o moche nos espectáculos ao vivo. Destaque para um refrão a mostrar a sensibilidade pop da banda, que nem por isso fica muito desenquadrada do resto da música. Uma das melhores bridges do cd está presente nesta faixa! 8/10

2- Help is on the way: A música que serve de primeiro single ao cd, mais uma vez presente a letra de desagrado político, de desespero e de pedido de intervenção. Apesar da letra não ser das mais inspiradas do cd, os vocais estão bem desempenhados e melodiosos, apesar do refrão se poder tornar monótono a espaços. O trabalho instrumental também é generalista, mostrando inspiração apenas no riff inicial e pouco mais. 7/10

3- Make it stop (September's children): Um dos muitos pontos fortes do cd, tem num coro um ponto bastante original, bem como na letra política, mas no entanto repleta de emoção, discursada depois impecavelmente pelo vocalista, tendo clímax nos versos e no coro do refrão. Os efeitos de feedback na guitarra presentes ao longo de toda a música, bem como algumas alterações súbitas de velocidade a nível instrumental contribuem para manter a atenção presa na faixa. 9/10

4- Disparity by design: A bateria a lembrar músicas como "Bricks", um trabalho excelente de guitarras aliado à ja referida percussão bastante mexida contribuem para tornar esta música uma das que melhor resultará ao vivo. Mantendo sempre um ritmo acelerado, fácil de ficar na cabeça devido à estrutura da faixa e à letra facilmente memorizável, mas nem por isso menos significativa, sendo até das melhores letras de todo o álbum. 8/10

5- Satellite: Na minha opinião, a melhor música do cd! Um início melodioso e a meia velocidade, acelera rapidamente devido a uma eficaz linha de baixo, culminando naquele que é o refrão mais dançável de todo o cd. Apesar de a letra não ser tão boa como noutras faixas, o trabalho de guitarra, complementado pelo melhor baixo do cd, é invejável. Os vocais, sobretudo no afamado refrão, são também de muita qualidade, e as acentuadas mudanças de velocidade ao longo de toda a música apenas contribuem para uma mescla de emoções despertadas que tornam esta no melhor momento deste grande cd! 10/10

6- Midnight hands: O riff inicial é o mais pesado do álbum, abrindo a faixa denunciando logo um poder ainda maior que o habitual. A letra, não contendo um teor tão político, tem uma mensagem mais pessoal, agradável devido à cumplicidade espelhada na mesma. Destaque para o trabalho de guitarras ao longo de toda a música, sobretudo no pré-refrão e entre os versos, de grande qualidade, sendo que é no refrão que a música tem o ponto mais fraco, quebrando em excesso o ritmo pesado que trazia até aí. A bridge tem dos melhores momentos líricos do cd, bem como os gritos extremamente emocionais do vocalista, que calham sempre bem. 8/10

7- Survivor guilt: O início lento acompanhado pelo discurso gravado anuncia uma música de cariz extremamente político, acabando por assim se revelar, apesar de ser também um dos melhores momentos do álbum! A música avança muito rapidamente, devido à percussão sobretudo, sendo que o trabalho das guitarras aqui fica relegado para segundo plano relativamente aos vocais e letra. Letra essa que é a melhor de todo o cd, traduzida nuns vocais impressionantes, emocionais, sobretudo no refrão, capazes de tocar qualquer um. Comparável a "Prayer of the Refuggee", um possível grande êxito futuro! Destaque final para a grande velocidade da bridge, quebrando depois num momento calmo, num dos momentos assinaláveis do cd! 9/10

8- Broken Mirrors: O riff inicial e os versos são o grande destaque da música, também de teor interventivo, em vocais melodiosos complementados por um coro com um óptimo timing. O refrão não quebra a música, parecendo uma extensão dos versos, o que fica bem enquadrado na música global. A parte instrumental não é a habitual em Rise Against, com riffs que a aproximam mais de rock clássico. O ponto fraco nesta música são as mudanças de velocidade, que "partem" a música, fragmentando-a, em vez de a tornar variada. 8/10

9- Wait for me: Mais um início enganosamente lento, com vocais tristes e guitarras emocionais que progressivamente se tranformam na melodia hardcore normal. Um início memorável que acaba num refrão que é, na minha opinião, o melhor do cd. A letra é a mais pessoal de todo o álbum, notando-se também esse facto na interpretação vocal, acabando por ser refrescante neste ponto do disco. A música globalmente mantém sempre um ritmo alguns degraus abaixo dos outros, em relação a velocidade, apesar de não deixar de se identificar com a banda, a lembrar músicas como "Dancing for rain". A bridge, devido à guitarra inicial e aos coros, é dos momentos mais emocionantes e memoráveis do disco. 9/10

10- A gentlemen's coup: Uma música a lembrar os Rise Against de "Appeal for Reason", com o poder que os caracteriza, mas uma maturidade já assinalável. Mantendo sempre um ritmo acelerado, a melodia é das melhores do cd a nível intrumental, sobretudo com a intersecção de vários coros no pré-refrão e devido às quebras da percussão. Os vocais são os melhores do cd, e a letra, de carácter social, mas não política, mais de sensibilização, contém um toque pessoal por parte do vocalista. A bridge intrumental está bastante bem construída, com os efeitos na guitarra, mas a parte lenta da música parece um pouco forçada e não se encaixa muito na globalidade da faixa. 8/10

11- This is letting go: Sem dúvida a música mais emocional do cd, e também a mais virada para as massas, a lembrar outras como "The dirt whispered". A letra é muito pessoal, contrastando com o resto do cd, mas a faixa é em geral monótona, com um refrão feito para se entrenhar facilmente na cabeça, mas que rapidamente cansa. Pontos, no entanto, para o trabalho do baixo, a complementar bem a guitarra, que tem o destaque numa música onde os vocais também são dos mais desinspirados. Sem dúvida o ponto fraco do cd, não ficará na memória dos fãs. 7/10

12- Endgame: Uma introdução com uma linha de baixo impressionante, a faixa lembra mais os tempos de "The sufferer and the witness", com mudanças de velocidade bruscas, mas que tornam a música globalmente variada, á que se complementam bem. Numa das músicas em que as guitarras estão em menor destaque, quando aparecem também estão em bom plano. A letra é o meio-termo entre o tema social e o pessoal, sendo dirigida para um "colectivo", de maneira a se identificar com a faixa. Os vocais estão em grande plano, bem complementados pelo já referido baixo, sobretudo na bridge, fechando o disco com um dos melhores momentos do mesmo! 9/10

 Global: Evoluindo a partir de "Appeal for reason", será uma desilusão para quem esperava uns Rise Against mais perto dos trabalhos iniciais, mostrando em vez disso uma banda que amadureceu em termos melódicos e líricos, apostando sobretudo em letras de intervenção, ainda assim de grande qualidade. Destaque final para a melhoria que se tem vindo a assinalar nos últimos cds da voz de Tim, ao contrário do s trabalhos iniciais.

Global: 8/10

 http://www.youtube.com/watch?v=Fkjj0qQ15aM

http://www.youtube.com/watch?v=7xlRHJjgl4g

http://www.youtube.com/watch?v=g65syN67F8w

 

Artigo escrito por JorgeM93 Segunda, 14 de Março de 2011 às 15:20 (10 comentários )
Artistas de A a Z    ¤   Rise Against
10 Comentários
ordenar por:
mais votados ▼
Re: Endgame (Rise Against): Crítica pessoal
por: Biohazard08 | siga este autor | enviar mensagem privada Segunda, 14 de Março de 2011 às 19:05, 2 pontos
Make it Stop e This is letting go são os pontos altos para mim, mas eu sou um bocado suspeito, porque adorei o CD no geral. Gentlemen's Coup e Architects também estão na minha banda sonora da ultima semana.

Mas em termos de letras,nenhuma me toca como a da Make it Stop, principalmente tendo em conta a temática que aborda.

É bom o pessoal ter iniciativas assim ;)
Re: Endgame (Rise Against): Crítica pessoal
por: Microgaitas | siga este autor | enviar mensagem privada Segunda, 14 de Março de 2011 às 18:33, 1 ponto
Em grande parte concordo contigo, mas acho que as músicas mais fortes são mesmo a A gentlemen's coup e This is letting go. estão simplesmente brutais!!!!

a conclusão reflecte bem os rise against actuais, que embora mais melódicos, estão mais fortes nas letras e continuam umas bestas de todo o tamanho em Palco!

boa review! ;)
Rise Against
por: DanielRF | siga este autor | enviar mensagem privada Terça, 15 de Março de 2011 às 11:08, 1 ponto
Curiosamente, gosto de quase todas as músicas dos Rise Against.
Parece que fazer músicas más é simplesmente impossível para eles.

Good job
Endgame (Rise Against) +albums
por: FFAF_03 | siga este autor | enviar mensagem privada Terça, 15 de Março de 2011 às 22:38, 1 ponto
o album está muito bom, mas continuo a achar "Sufferer and The Witness" como o melhor album dos Rise. É muito justo o reconhecimento que a banda está a ganhar, e bem que voltavam este ano a Portugal para promover o novo album. O concerto no coliseu foi fenomenal.
Aconselho 2 novos albuns lançados em 2011 que talvez nao conheças:
  - Funeral For A Friend - Welcome Home Armageddon
  - RED - Until We Have Faces
Re: Endgame (Rise Against): Crítica pessoal
por: tiagonogueira | siga este autor | enviar mensagem privada Quarta, 16 de Março de 2011 às 12:44, 1 ponto
Boas JorgeM93, gostei mesmo de ver aqui este artigo, bom trabalho.

Sem dúvida que é grande banda e eu adoro praticamente todas as musicas deles, mas deste ultimo CD ainda não tive a oportunidade de o ouvir, já o tenho nas minhas posses mas ainda não o ouvi, vou ter de o ir ouvir para poder ter uma opinião das musicas.
O ano passado não consegui ir vê-los com muita pena minha, por isso gostava mesmo que eles voltassem cá este ano se possível :D

cumps
Re: Endgame (Rise Against): Crítica pessoal
por: PaulaP | siga este autor | enviar mensagem privada Quarta, 16 de Março de 2011 às 14:50, 1 ponto
só conheci rise há bem pouco tempo, mas já faz parte das minhas preferidas, sem dúvida alguma. concordo com muito da tua crítica, mas tenho a dizer que a faixa "this is letting go" é, para mim, a melhor do álbum. outras duas que também gostei bastante foram a make it stop (uma grande, grande letra!) e a architects. pelos comentários, já vi que estes senhores são uma bomba ao vivo, vamos esperar que eles cá venham (outra vez) ;)
PUBLICIDADE
Top dos + lidos
PUBLICIDADE
Últimos Comentários
Não esta muito bem, (1 pts) por MAIS NADA , in As 100 melhores bandas de metal
..., (1 pts) por little_princess , in Blog sobre música
Re: Sugest?es para bandas post-rock/post-metal/alt, (1 pts) por lolpes , in Sugestões para bandas post-rock/post-metal/alternativo portuguesas??
Re: produ?ao musical - ajudem-me por favor, (1 pts) por estudionaweb.com , in produçao musical - ajudem-me por favor
Punk Rock, (1 pts) por DiogoS , in Punk rock nacional
Re: Um s?rio caso muito Musical..., (3 pts) por fernanog , in Um sério caso muito Musical...
Re: Um s?rio caso muito Musical..., (2 pts) por jeremy_alive , in Um sério caso muito Musical...
Re: E depois de longa espera..., (2 pts) por fernanog , in E depois de longa espera...
Re: E depois de longa espera..., (2 pts) por soitsounds , in E depois de longa espera...
Re: Morituri - Ascen??o e queda, (1 pts) por nandobest , in Morituri - Ascenção e queda
Re: Morituri - Ascen??o e queda, (1 pts) por nandobest , in Morituri - Ascenção e queda
Ignorância..., (1 pts) por Jotabarb , in Resposta à noticia do JN
Re: Melhor guitarrista portugues, (1 pts) por VAGUITAR , in Melhor guitarrista portugues
Re: T-shirt Incubus, (1 pts) por tribal-union , in Playlist das T-Shirts
Re: Plhttp://www.tribalunion-tshirts.com/aylist da, (1 pts) por tribal-union , in Playlist das T-Shirts
Tops fórum
+ lidos
+ comentados
Comentários + pontuados
Re: Um s?rio caso muito Musical... (3 pts) por fernanog , in Um sério caso muito Musical...
Re: para os amantes dos Cure... (3 pts) por soitsounds , in para os amantes dos Cure...
ainda + info... (3 pts) por fernanog , in O Som das Narrativas
se estiver por perto... (3 pts) por fernanog , in JP Simões - Roma
Ex-Votos de regresso (3 pts) por morgada dos canibais , in o regresso dos Ex-Votos, autores de Subtilezas Porno-Populares
Re: Ainda h?-de dar mais que falar, mas... (3 pts) por fernanog , in Ainda há-de dar mais que falar, mas...
1. fernanog [169 pts]
3. soitsounds [64 pts]
4. Almanakut [50 pts]
5. Mary John 76 [49 pts]
8. GCastro [42 pts]
10. Club Noir [40 pts]
11. cartola [37 pts]
12. hail [33 pts]
13. cirandinha [32 pts]
15. Jafoste [32 pts]
 
Home  |  Termos de Utilização  |  Política de privacidade  |  Política de cookies  |  Notícias  |  Fórum  |  Agenda  |  Festivais  |  Artistas de A a Z  |  Classificados  |  Galerias  |  Blitz TV  |  Edição Impressa  |  Assinar Revista  |  Newsletter  |  Passatempos  |  BLOGS  |  Ficha Técnica  |  F.A.Q.
© copyright BLITZ 2006. Todos os direitos Reservados
BLITZ - Edificío São Francisco de Sales, Rua Calvet de Magalhães 242 - 2770-022 Paço de Arcos T. 21 4544161 F. 21 4415843 e-mail: blitz@impresa.pt - Anuncie na Blitz
Artistas de A a Z