Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Arquivo

DAFT PUNK NA CAPA DA BLITZ DE JULHO, NAS BANCAS A 28 DE JUNHO

Queens of the Stone Age, Depeche Mode, Savages, Black Sabbath, Festivais de Verão e Os Melhores 100 Discos dos Últimos 7 Anos, de acordo com uma "academia" de quase 100 votantes, são os destaques da BLITZ 85. Ao comprá-la, pode ganhar um passe para o SBSR ou um desconto de 10 euros numa assinatura da BLITZ.

Os Daft Punk estão na capa da BLITZ 85, nas bancas a 28 de junho.



Thomas Bangalter e Guy-Manuel de Homem-Christo voltaram a colocar os capacetes, rodearam-se de referências das últimas quatro décadas e, "empurrados" por uma das canções mais viciantes do terceiro milénio - "Get Lucky"  - e de uma afinada máquina de marketing, transformaram os Daft Punk num fenómeno transversal e inclusivo, não apenas privilégio da turba "dance" nem da multidão hedonista. À jornalista Samantha Clode, a dupla francesa fala de "celebração" e "momentos mágicos". Que ninguém diga que não foi convidado.



A BLITZ comemora nesta edição sete anos de existência. Foi no dia 21 de junho de 2006 que chegou às bancas o primeiro número da revista. E só conhecemos uma maneira de celebrar esse aniversário (e os outros), que é festejar a melhor música que tem sido produzida e publicada. Desta vez decidimos limitar a escolha aos discos da nossa vida, isto é, aqueles que foram sendo publicados ao longos destes últimos sete anos. E para os escolher não encontrámos outra solução senão convidar, mais uma vez, aqueles que os escreveram, compuseram, tocaram, editaram, divulgaram e apreciaram. É aquilo a que pomposamente chamamos Academia BLITZ, ou seja, todos os que diariamente não se preocupam com outra coisa senão com a música que é feita e ouvida em Portugal. O resultado está 14 nas páginas que dedicamos a esta empreitada: os 50 melhores discos portugueses e não-portugueses alinhados de acordo com as votações arrancadas aos que fazem a música acontecer em Portugal. 

Seis anos depois do último disco, Josh Homme voltou a reunir as tropas para aquilo a que chama o segundo ato na saga dos Queens of the Stone Age. A lista de convidados, que vai de Dave Grohl a Elton John, passando pelo regressado Nick Oliveri, impõe respeito, mas ... Like Clockwork é, acima de tudo, a viagem de um homem orgulhosamente só, lutando com demónios de sempre e sustos recentes. Lia Pereira conta a história.



Após décadas de convulsão interna, regressam fortes com a experiência "feliz" de Delta Machine. O álbum número 13 traz os Depeche Mode de volta a Portugal para um concerto no Optimus Alive'13 e Mário Rui Vieira recorda o percurso de um grupo que saiu das trevas para a luz e se assume hoje mais estável que nunca.



As Savages, quatro raparigas que parecem ter sido transportadas do pós-punk e rock gótico dos anos 80, são uma das bandas do momento. Nos bastidores do Optimus Primavera Sound, onde deram um dos concertos mais celebrados do festival, Lia Pereira falou com a vocalista Jehnny Beth e a baixista Ayse Hassan sobre comparações redutoras, mosh e Fernando Pessoa.



Enquanto contaram com Ozzy Osbourne como vocalista, no período compreendido entre 1968 e 1977, os Black Sabbath gravaram discos irrepreensíveis e, pelo caminho, inventaram o heavy metal. Em 2013, longos 35 anos depois da última passagem conjunta pelo estúdio, estão de regresso. José Miguel Rodrigues recorda um percurso turbulento com um presente surpreendentemente vivo.



Este mês, não perca ainda a antevisão de alguns dos maiores festivais deste verão. No Frente, falámos com JOHN LEGEND, PEACHES e EDWYN COLLINS no P&Rs; UNKNOWN MORTAL ORCHESTRA e WOODKID são Quase Famosos e Rui Miguel Abreu regressa ao pré-25 de Abril, para recordar a forma como a PIDE controlava os festivais de música em Portugal, antes da revolução dos cravos.



No GUIA, o destaque vai para os discos novos de KANYE WEST, SIGUR ROS e BLACK SABBATH, assim como para as novas reedições de JOSÉ AFONSO. 



No AO VIVO, recorde as melhores fotos do Optimus Primavera Sound, no Porto, e o concerto dos Muse, também na Invicta.



A BLITZ de julho está nas bancas a 28 de junho e custa 2,90 euros. Ao comprar esta revista, habilita-se a ganhar um passe para o Super Bock Super Rock ou um desconto de 10 euros numa assinatura da revista BLITZ.